Confira 5 dicas para montar a marmita do bebê



Todo mundo sabe que conseguir alimentar bebês é um desafio. Mas essa dificuldade cresce ainda mais quando resolvemos sair com os pequenos em um passeio, pois requer um planejamento bem feito, para garantir a alimentação correta e saudável deles.

Uma vez que a nutrição do pequeno é prioridade, você precisa se organizar bem ao decidir sair de casa, desde os cuidados sobre o que ele vai comer, até as maneiras certas para armazenar e transportar esses alimentos. Assim, neste artigo mostramos algumas dicas sobre como montar a marmita do bebê para que ocorra um passeio tranquilo e sem grandes problemas. Veja, a seguir!

1. Coloque comidas na bolsa

Frutas sempre são uma ótima escolha para o lanche das crianças, e na hora de montar a marmita do bebê não é diferente. Afinal, é uma opção saudável e prática para oferecer aos pequenos.

Por isso, a dica é colocá-las na bolsa inteiras e com casca, já que algumas oxidam a partir do momento em que são cortadas, perdendo vitaminas e nutrientes. Aliás, você pode escolher as que suportam melhor esse processo de corte, como uvas e bananas, por exemplo. Mas, se preferir, papinhas também são uma boa recomendação.

2. Leve água para o passeio

Pode parecer uma dica óbvia, mas é muito importante lembrar de acrescentar os líquidos na marmita. Isso porque a hidratação é fundamental para todas as pessoas, pois ela é responsável por manter o bom funcionamento do organismo e para os bebês essa relevância é ainda maior, já que estão se desenvolvendo. Dessa forma, nunca esqueça de levar com você um recipiente com água.

Considere que você esteja em um ambiente quente e que os pequenos transpirem bastante e, então, você oferece suco para eles. Além de saboroso é refrescante, não é verdade? Mas só a água será capaz de hidratar e repor tudo o que foi perdido no suor. Portanto, ambos podem ser oferecidos, contudo, nunca substitua a água.

3. Use utensílios higienizados

Sempre leve garfos, facas e colheres, para cortar ou amassar as frutas, bem como servir a papinha. Para isso, é preciso que os utensílios estejam bem higienizados, para não existir chances de favorecer o desenvolvimento de microrganismos.

O ideal é enrolar os talheres em uma toalha pequena, para evitar que bactérias se hospedem nesses itens. Além dos objetos, também lave as frutas, hortaliças ou vegetais que decidir oferecer para o bebê e confira se estão bem conservados para garantir que nada faça mal ao pequeno.

4. Tenha cuidado com o armazenamento e transporte

Uma das dicas fundamentais sobre como montar a marmita do bebê é a forma como as comidas são armazenadas e transportadas. Nesse sentido, você pode levá-las em bolsas térmicas ou mochilas, a fim de evitar que a temperatura mude subitamente.

A proliferação de bactérias costuma demorar quando o ambiente é muito quente ou muito frio, por isso, se a programação for longa, coloque gelo dentro da bolsa térmica. Caso esteja levando papinhas nesses passeios mais demorados, elas podem ser transportadas congeladas também.

Enquanto isso, se a programação for mais curta, assim que esquentar a papinha, você pode colocá-la dentro da bolsa térmica para mantê-la sempre quentinha para o seu bebê.

5. Armazene o leite do jeito certo

Essa dica vale para os bebês que se alimentam excepcionalmente de leite. Saber armazenar esse líquido é imprescindível, já que ele é o único alimento de algumas crianças. Dessa forma, é necessário conhecer as melhores maneiras de conservá-lo para não prejudicar a saúde do pequeno.

Caso o bebê se alimente exclusivamente do leite materno, a mãe precisa tirar certa quantidade do líquido com uma bombinha — que, geralmente, vem acompanhada de potinhos para guardar o alimento.

Já no caso de alimentação com fórmula, é essencial levá-la separada da água e deixar para fazer a mistura na hora de oferecer ao bebê, dado que transportá-la pronta e morninha pode aumentar as chances de contaminação.

Sejam mamadeiras esterilizadas ou sejam potes, em ambos os casos, a dica principal é usar recipientes plásticos que não tenham BPA — componente prejudicial à saúde dos pequenos — em sua composição.

Pronto! Agora que você já sabe as orientações fundamentais sobre como montar a marmita do bebê, ficou muito mais fácil de se organizar para um passeio com o pequeno, não é mesmo? Ah! Sempre procure um ambiente tranquilo para que a criança consiga se alimentar e não se importe com a bagunça — é completamente natural.

E aí, gostou deste artigo? Tem alguma outra dica para dar? Deixe o seu comentário e compartilhe conosco!

Deixe um Comentário

quinze + 20 =