Verdades e mitos e sobre o suor que você precisa conhecer



Todos os dias, ao praticar exercícios físicos ou ao frequentar lugares muito quentes, nós produzimos um líquido chamado suor. Apesar de ser muito incômodo para a maior parte da população, ele é de suma importância para a regulação corporal, mesmo que as pessoas não reconheçam essa necessidade.

Esse líquido nada mais é do que a liberação de água e alguns outros componentes pelas glândulas sudoríparas. Ele tem a função de regular a refrigeração do corpo para que não se aqueça demais e prejudique o metabolismo do organismo. Porém, existem vários mitos sobre o suor que influenciam na atitude das pessoas em relação a ele.

1. Transpiração com cheiro ruim

Um dos maiores mitos sobre o suor advém do odor corporal desagradável. Diferente do que muitos imaginam, a transpiração não é causadora desse cheiro ruim no corpo. Apesar de muitas vezes se encontrarem no mesmo lugar, o suor não é responsável pelo chulé, cê-cê, entre outros.

Na verdade, quem possui algum desses cheiros desagradáveis está com problema de bactérias e fungos. Eles se proliferam em determinadas partes corporais e causam esse desagrado à pessoa, de forma que ela acredite que foi causado pelo excesso de transpiração.

2. Suar emagrece

5 mitos sobre o suor que você precisa conhecer

Não! Suar não emagrece! Não cometa o erro de acreditar nessa afirmação. Isso é muito comum na fala popular, porém é um engano total acerca dos métodos de emagrecimento. A liberação de água e alguns outros componentes não são suficientes para fazer uma pessoa perder peso, apenas a desidrata.

Essa afirmação ocorre devido à perda de algumas gramas pela liberação da transpiração. Porém, isso precisa ser recomposto para o corpo continuar hidratado e saudável. Se você não repor esse liquido, com certeza terá algum problema de saúde e colaborará com os mitos sobre o suor.

3. Obesos queimam mais gorduras porque transpiram mais

Outro erro muito comum é o de que obesos queimam mais gorduras pelo fato de transpirarem mais. Como gancho ao item anterior, nós já vimos que a perda de líquido do corpo não emagrece, somente faz perder algumas gramas do corpo, que precisam ser recompostas para hidratação do organismo.

As pessoas com sobrepeso possuem uma camada mais espeça. A gordura funciona como isolante térmico, que impede a facilidade de liberação de suor de dentro para fora. Ou seja, quando a transpiração sai, ela não queima nada de gordura, somente aparece em grande quantidade porque estava retida no corpo.

4. Secar a transpiração ajuda nos exercícios

Esse é um dos mitos sobre o suor mais comuns que existe. Ao praticarmos exercícios, automaticamente o corpo libera o líquido para que estabeleça a temperatura ideal para ele. Muitas pessoas acreditam que ao secarmos esse suor, o organismo reage melhor e ajuda na disposição do corpo.

Isso é um erro fatal, pois ao secar a transpiração,  o corpo é estimulado para que continue a transpirar sem necessidade. Isso desregula o metabolismo corporal e faz que a refrigeração seja feita sem utilidade. Além disso, a produção de suor é ainda maior e consequentemente desidrata o organismo.

5. Suar somente no calor

5 mitos sobre o suor que você precisa conhecer

O último dos mitos sobre o suor, mas não menos importante, é o fato de que muitas pessoas acreditam que somente suamos em climas quentes. Voltando ao que já vimos acima sobre o assunto, sabemos que a transpiração serve para regular a temperatura corporal e que isso ocorre também em exercícios físicos e outros.

Porém, é preciso analisar como isso ocorre. Se esse líquido produz-se em excesso sem nenhum tipo de esforço e em um ambiente muito frio, pode ser sinal de algumas doenças como hiperidrose, diabetes ou até mesmo quando a mulher chega à menopausa. No entanto, fora desses casos, a transpiração é algo comum do corpo humano.

Verdades sobre o suor

Em suma, o suor seve, entre outros aspectos, para deixar a temperatura corporal equilibrada. Do contrário, o corpo teria de alterar suas funções vitais, colocando a saúde em perigo. Por isso é tão importante que ocorra suor.

Outra verdade: as glândulas que produzem suor – ou glândulas sudoríparas – estão por toda a pele, são cerca de dois milhões delas. É isso mesmo!

Gostou do nosso texto? Conte-nos mais acerca de mitos sobre o suor e se você já escutou algum desses que citamos, ok?